Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensão Lisbonense

Águas correntes, quentes e frias.

Pensão Lisbonense

Águas correntes, quentes e frias.

Intermezzo #1

Viktoria Mullova é considerada uma das mais relevantes intérpretes de Bach.

Educada na Rússia de acordo com os princípios estabelecidos para o ensino do Barroco, os quais assentam, de acordo com a própria Mullova, num mimetismo ao órgão, enquanto instrumento referência da época e a um vibrato constante em cada nota, sentiu-se, em certo momento, incapaz de compreender Bach, tornando complexa a reprodução das suas obras.

 

Insatisfeita com o seu desempenho que considerava “medíocre”, apesar de continuar a aprofundar os estudos de Bach, encontra em Marco Postinghel, um jovem e apaixonado tocador de Fagote, a inspiração e caminho que lhe permitiu capitalizar os conhecimentos estruturantes aprendidos na escola Russa e desenvolver a sua própria relação com a música barroca e o compositor.

 

A autoconfiança adquirida, não tendo sido alheios os múltiplos convites para participação em concertos com interpretes e mestres de referência, fizeram com que hoje, tocar Bach, no dizer de Mullova “tornou-se parte do meu bem-estar espiritual de emocional, uma experiência que considero próxima de um estado meditativo”.

 

 

Pela companhia que tem feito durante toda semana. Recomendo vivamente!

 

Viktoria Mullova

Sonatas & Partitas

J.S Bach, Partita No.1 BWV1002