Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensão Lisbonense

Águas correntes, quentes e frias.

Pensão Lisbonense

Águas correntes, quentes e frias.

Perdidos no escuro

Há dias cinzentos,chuvosos,sombrios,esconsos,que nos limitam alcançar o tecto do mundo...

Há dias estranhos,desconhecidos,ilegíveis,em que a fronteira entre o real e ilusório,ronda o perímetro do mais puro devaneio.

Há dias em que os gritos são surdos e as palavras são ocas,os gestos são metáforas ridiculas e as atitudes mais nobres caem em perfeito desuso...

Por vezes,é inevitável dar por mim,irreconhecível a mim mesma; palavras que exteriorizo,estranhas na minha boca.

O ritmo do quotidiano e as normas da sociedade guiam-nos em atalho curto,ao limiar da loucura.

A interpretação depende de cada um e after all,tomorrow it's another day.