Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pensão Lisbonense

Águas correntes, quentes e frias.

Pensão Lisbonense

Águas correntes, quentes e frias.

O diabo, as cabras e os pombos envernizados

 

 

 

Acabou ontem o prazo para entrega de propostas no Orçamento Participativo da Câmara de Lisboa. Numa ronda pelas 657 propostas concluí que o arranjo de ruas e zonas debilitadas da cidade, lares de idosos e parques infantis são a maioria das ideias apresentadas. No entanto há verdadeiros achados, ideias que não lembrava ao diabo. Vejamos. Alguém propôs à Câmara acabar com a calçada portuguesa. Outra proposta defende o afagamento e envernizamento da calçada das ruas da baixa para terem um aspecto limpo e airoso como os centros comerciais. Outra defende o limite de velocidade na 2ª circular passar a 60 km/h porque os moradores estão fartos do barulho. Uma das minhas preferidas é da erradicação das árvores de grande porte porque dão alergias e as pessoas tropeçam nas raízes. Também preocupado com o ambiente está a proposta Eco Cabra que pede a utilização de cabras para desmatação de áreas municipais abandonadas. A preocupação arquitectónica também marca presença com o pedido de reconstrução do antigo mercado na Praça da Figueira com os ferros originais que ainda estão na posse da câmara porque a praça como está, só com uma estátua, não serve para nada. Vou a meio da leitura. Não duvido que encontre uma a pedir para envernizarem os pombos. 

2 comentários

Livro de Reclamações